Vídeo: Por 5 votos a 1, TRE-PB julga improcedente a investigação contra Ricardo

  04 Maio 2017

Hervázio ironizou ação, "Eleição se ganha nas urnas".

Por cinco votos a 1, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgou, na tarde desta quinta-feira (04), improcedente Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) da PBPrev, que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho por abuso de poder político.

Ao emitir seu voto após apresentar pedido de vista, o juiz Emiliano Zapata votou pela improcedência. Após analisar o processo, o juiz considerou que não houve ilicitude na concessão de benefícios durante o período eleitoral.

Em seguida, o juiz Antônio Carneiro emitiu seu voto e afirmou não ter vislumbrado nos autos prova de que a concessão dos benefícios tenha tido intuito eleitoral. Para ele, tratou-se de ação legítima do ente estatal, o que o fez também considerar a denúncia improcedente.

O relator do processo, desembargador Romero Marcelo, votou pela improcedência e foi acompanhado pelos juízes Micheline Jatobá e Breno Wanderley. Já o juiz Márcio Maranhão se posicionou pela cassação.

Em seu parecer, o Ministério Público destacou uma série de irregularidades praticadas nas eleições de 2014 e se posicionou pela cassação e inelegibilidade do governador.

Já o lider do Governo na Assembleia Legislativa,o Deputado Hervázio Bezerra (PSB) ironizou a ação e mandou um recado para a oposição, "Eleição se ganha nas urnas".

VEJA A DECLARAÇÃO DE HERVÁZIO:


Fonte: Mais PB

Cecílio Batista

Publicitário, editor de política do portal Notícia Real, presidente do PTdoB (Partido dos Trabalhadores do Brasil) na cidade paraibana de Capim e Sócio Diretor da GetX Comunicação - Áudio e Visual. Este e o autor destas publicações e pode ser considerado mais um curioso indivíduo que consegue com sua irreverente análise de situações diversas, informar ao mesmo tempo que provocar um completo efeito colateral do seu incontestável fascínio pela noticia. 

Notícias por e-mail

Digite seu e-mail e receba as nossas notícias em primeira mão.

Vídeo do mês

Publicidade